Trekk Adventure / Eventos / Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”

22/06/2024

Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”

22/06/2024

Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”


Nos dias 22 e 23 de Junho vamos rumar a terras beirãs para dois dias de caminhadas que nos dão a conhecer as fantásticas paisagens do Açude da Ribeira e do Trilho dos Gaios.
Com as Serras da Estrela, Açor e Caramulo no horizonte, traçam-se roteiros entre Tábua e Oliveira do Hospital, onde se descobrem palácios com herança histórica, trilhos na natureza, formações naturais de grande beleza, passadiços coloridos e os tradicionais sabores serranos.
Junte-se a nós nesta descoberta que nos revela mais segredos sobre esta belíssima zona de Portugal e aproveite o aconchego e requinte que o Palace Hotel de Midões nos proporciona.
No coração da aldeia de Midões, a cerca de 9 km da vila de Tábua e com vista para a Serra da Estrela, encontra-se o Palace Hotel de Midões, inaugurado no final de 2023. Onde outrora se erguia o majestoso Palácio de Valverde, com mais de um século de história, encontra-se agora o Palace Hotel de Midões. Erguido das cinzas dos incêndios de 2017, este hotel rural oferece uma experiência única que combina a beleza e o encanto do passado com o conforto e o requinte do presente.
Com 14 quartos decorados com charme e elegância, o Palace Hotel de Midões convida-nos a relaxar e a desfrutar da beleza natural da Beira. Explore as tradições e paisagens naturais da região, e saboreie a deliciosa gastronomia local.

22/06/2024

Do Açude da Ribeira a Lagares da Beira

Rodeada pelos rios Seia, Alva e Mondego, com a serra da Estrela no horizonte, o município de Tábua encanta pelas paisagens de montanha que convidam a passeios de descoberta. Rumo ao concelho vizinho de Oliveira do Hospital, percorrem-se os caminhos do Açude da Ribeira, entre Ervedal da Beira e Lagares da Beira, trilhos que enriquecem a oferta de turismo verde ativo e de natureza. Cruzam-se na região outros percursos pedestres, como a Grande Rota do Alva ou a Grande Rota do Mondego.
Serpenteando entre montes e vales, o rio Seia vai enriquecendo a paisagem com açudes naturais e outros antrópicos (contruídos pelo homem). No meio dessa imensidão ribeirinha surge o Açude da Ribeira. Situado na União das Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira, forma uma cascata de rara beleza, com cerca de 10 metros de altura.
Construído em meados no Séc. XIX, foi seu proprietário o Coronel Sebastião de Albuquerque Freire Pinto Tavares Castelo-Branco, Fidalgo de Ervedal da Beira. Este açude foi construído por razões económicas, nomeadamente para aumentar a produção agrícola dos campos ao seu redor, onde por meio da levada a água era encaminhada.
Ao longo de gerações foi perpetuada a sua beleza por jovens que aproveitavam o leito do rio para aprenderem a nadar e dar aparatosos mergulhos. Famílias inteiras deslocavam-se a esta maravilha natural para descansar e merendar, passando horas de puro lazer e convívio, ajudando a esquecer as árduas e fatigantes semanas de trabalho.
Tal como no passado, este bonito espaço recentemente requalificado, continua a ser um local de forte atração turística, oferecendo momentos de tranquilidade e de inspiração.
Em Ervedal da Beira e Lagares da Beira, cada passo é uma jornada pela autenticidade da região central de Portugal, onde as paisagens pintadas pela mãe natureza encantam os olhos e acalmam a alma.
A caminhada inicia e termina no Açude da Ribeira, onde poderemos descansar e refrescar-nos. Se ainda houver energia e curiosidade, já a caminho do Palace Hotel de Midões, poderemos visitar o Penedo C’Abana, um dos mais bonitos miradouros do Mondego.
São vários os penedos, mas o que abana está parcialmente assente numa laje granítica e tem uma placa a recomendar onde se deve fazer força com as mãos. O cenário não é apenas os rochedos. Tem uma vista magnífica para o Mondego. A laje granítica é um excelente miradouro natural. Fica num ponto alto e a vista alcança uma grande extensão do Mondego rodeado de largas encostas. Não se estranhe, por isso, que seja muito procurado em particular ao pôr do sol. O Penedo C’abana está classificado como Imóvel de Interesse Público.
Por volta das 20h será servido o jantar e assim poderemos apreciar algumas das iguarias gastronómicas que esta região nos proporciona. Haverá também uma pequena prova de vinhos durante o jantar.

Deve levar: Água (pelo menos 1,5l), chapéu, roupa e calçado confortável e respirável (apropriado para caminhada), protetor solar, lanche ligeiro e boa disposição. Facultativo: fato de banho e chinelos.



Distância - 13 Kms

23/06/2024

O Trilho dos Gaios na Rota da Pontes

O segundo dia será dedicado a explorar o Trilho dos Gaios e a Rota das Pontes, num percurso que inclui a passagem por alguns dos locais mais bonitos da região.
Após o pequeno-almoço, faremos o check-out do Palace Hotel de Midões às 9h30 e a caminhada terá início em Vale de Gaios cerca das 10h. A Rota das Pontes permite a descoberta do património natural e cultural desta região beirã, moldada pela presença do granito e dos seus cursos de água, entre os quais o Rio Cavalos.
Na aldeia de Várzea de Candosa, ao seguir-se em direção ao centro da mesma, as diversas fontes existentes, o casario em granito e a praça contígua à Capela de Santo Amaro merecem um olhar atento.
Seguindo por caminhos rurais, encontramos o Baloiço do Lajedo e o Arco da Moura, uma rocha granítica em forma de arco, com uma abertura de tamanho considerável, rodeada de graciosas fragas que permitem uma vista panorâmica sobre a aldeia, avistando-se as serras da Estrela, Açor e Caramulo.
No seguimento dos passadiços do Trilho dos Gaios, pode apreciar-se a Ponte Romana de Sumes, obra arquitetónica que une as duas margens do Rio Cavalos, de apenas um arco, com vão de volta perfeita, cujo tabuleiro mede aproximadamente 50 m de comprimento e 3 m de largura, na qual se evidencia o engenho e a sabedoria construtiva do Império Romano. Está classificada como Imóvel de Interesse Público desde 1990.
No Trilho dos Gaios, por caminhos florestais, pode comtemplar-se a ruralidade envolvente numa exultação de cores e cheiros onde rapidamente se encontram os passadiços que permitem desfrutar da paisagem envolvente e única que o Rio Cavalos transmite: os antigos moinhos, as suas quedas de água e um mistério que se revela de encanto, o rio com o seu leito sinuoso e peculiar, desaparecendo por entre as rochas e continuando a ouvir-se estridentemente por baixo destas, em grandes galerias. O percurso continua por pontes milenares ao mesmo tempo que se avista a fauna e flora locais, típicas das galerias ripícolas.
Na galeria ripícola do Rio Cavalos poderá observar-se belos exemplares de amieiro, freixo, salgueiro, feto-real, carvalho-alvarinho, choupo-negro e sabugueiro. Na área envolvente, os afloramentos rochosos são pontuados por pequenas plantações de pinheiro-bravo, de eucalipto e, também, algumas espécies invasoras como a acácia, o ailanto e a tintureira. No entanto, é de salientar a regeneração de espécies autóctones características da região, como o medronheiro, o sobreiro, a urze-branca, a esteva e o carrasco. Nos afloramentos graníticos marcam presença as espécies bolbosas como o narciso e a cebola-albarrã. Neste planalto beirão é presença assídua a raposa, o javali e a águia-de-asa-redonda. No meio das fragas é possível observar répteis, como a lagartixa-do-mato ou a cobra-rateira. Nas margens do Rio Cavalos poderá observar-se fugazes melros ou o chapim-real.
Na aldeia de Vale de Gaios, pode desfrutar-se do parque de lazer e da represa do rio, para repousar da jornada. É um percurso diversificado e encantador, repleto de paisagens envolventes e únicas, cascatas e quedas de água, cores e aromas de primavera, natureza pura, que vão fazer deste dia uma experiência inesquecível.

Deve levar: Água (pelo menos 1,5l), chapéu, roupa e calçado confortável e respirável (apropriado para caminhada), protetor solar, lanche ligeiro e boa disposição. Facultativo: fato de banho e chinelos.



Distância - 16 Kms

Nota importante
Esta atividade de 2 dias é aconselhada a menores a partir dos 16 anos, e está condicionada ao acompanhamento de um representante adulto.
Todos os participantes devem ter em atenção a sua condição física.


Detalhes

Ponto de Encontro: Café Restaurante “O Leque” em Ervedal da Beira

Hora de Encontro: 09:00

Data: 22/06/2024

Data de Fim: 23/06/2024

Hora: 10:00

Hora de Fim: 17:00

A hora de fim é aproximada. Esta hora pode alterar-se, conforme as condições meteorológicas e dos participantes.

Para saber mais sobre o equipamento recomendado clique aqui.

Duração
2 Dias
Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”Fim de semana por terras beirãs - “Do Açude da Ribeira ao Trilho dos Gaios”


150,00

Por pessoa

- As condições de pagamento serão enviadas por e-mail após a receção da ficha de inscrição.
- Estadia em quarto duplo;
- Quarto individual tem um acréscimo de 50 €;

O Preço Inclui:
- Guia certificado Trekk Adventure no terreno, durante todo evento;
- Interpretação histórica, da fauna e da flora;
- Estadia de 1 noite num hotel de quatro estrelas com pequeno-almoço;
- Jantar de sábado, com prova de vinhos;
- pik-nik de domingo;
- Seguro de Acidentes Pessoais;
- Seguro de Responsabilidade Civil;
- Licença RNAVT 7810 do Turismo de Portugal;
- Licença RNAAT nº846/2018 do Turismo de Portugal, reconhecida como Turismo na Natureza pelo ICNF.

O Preço Não Inclui:
- Transporte;
- Almoços/lanches de sábado e domingo;
- Outros não especificamente descritos como incluídos.

Número Mínimo de Participantes: 4

Reservas

A inscrição é obrigatória, para que possam ser activados os respectivos seguros. As instruções de pagamento por transferência bancária serão emitidas após confirmar a inscrição online.

Após efectuar o pagamento deverá enviar comprovativo de pagamento para o email [email protected].

A validação da inscrição está sujeita a confirmação do pagamento, correspondente ao preço anunciado da actividade. A realização desta atividade está sujeita a um número mínimo de participantes.